A americana Serena Williams entrou para a lista das mulheres mais ricas do mundo e tornou-se a primeira atleta da história a aparecer no ranking. Segundo a revista Forbes, a tenista tem uma fortuna estimada em US$225 milhões (aproximadamente R$873 milhões).

No entanto, apesar de ser uma atleta premiada e vencedora de 23 Grand Slams, a maior parte deste patrimônio não vem do esporte e sim de sua marca de roupas, a Serena, e a empresa Serena Ventures.

A Serena Ventures investiu em mais 34 startups nos últimos cinco anos. A maioria delas de empresas fundadas e com foco em mulheres e minorias. Entre elas, a atleta é co-investidora em um fundo de capital de risco para empresas lideradas por mulheres negras. O projeto é tocado ao lado de Whitney Wolfe Herd, de 29 anos, que também aparece na lista por sua participação no aplicativo de namoros Bumble.

“Quero ser a marca em vez de ser o rosto”, disse Serena à revista Forbes.

Além de Serena, aparecem também no ranking a cantora Rihanna, como a mulher da música mais rica do mundo devido à carreira e também a sua marca de roupas e cosméticos de luxo Fenty. Kylie Jenner é a mais jovem da lista com seu império de beleza e a única bilionária com menos de 40 anos.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos