O coala Lewis não resistiu aos ferimentos e morreu

Uma notícia bem triste para o mundo animal nesta terça-feira. O pequeno coala resgatado por uma mulher durante um incêndio florestal na Austrália não resistiu aos ferimentos causados pelo fogo e morreu, após passar por uma eutanásia.

 

 

O principal motivo que acarretou a morte do bichinho, chamado Lewis, foi a intensa inalação da fumaça provacada pelo fogo. O hospital resolveu sacrificar o animal depois de esgotar as possibilidades para tentar recuperá-lo e diante de tamanho sofrimento.

 

“As queimaduras estavam se tornando cada vez piores. O nosso principal objetivo, no hospital, é o bem-estar dos animais. Por esse motivo é que tal decisão foi tomada”, explicou o Port Macquarie Koala Hospital em sua página oficial no Facebook.

 

Lewis se tornou o símbolo da luta dos coalas na Austrália pela sobrevivência em meio ao periodo das intensas queimadas que assolam o país. As imagens de Lewis sendo carregado por Toni Doherty comoveram o mundo depois de se dizimarem pela internet.

Fechar X
Sem mais artigos