Reprodução/Barcroft TV

Sherry Lever é uma inglesa de 68 anos, mora no condado de Wiltshire, é mãe de três filhos e passou pelo terceiro divórcio aos 59 anos. Contudo, homens chegam a pagar US$ 150 a hora, aproximadamente R$ 560, para limpar sua casa. E ser paga para ter o lar organizado e os pés venerados faz parte de seu trabalho.

Sherry é uma dominatrix que atende pelo nome de Mistress Sofia. Seus trabalhos incluem dominação mental, humilhação, tortura com cócegas, palmadas e fantasias nas quais os clientes se vestem de animais ou usam vestidos de bonecas.

Mas não há relações sexuais. “Eles podem idolatrar meus pés, mas não acima dos tornozelos. E é óbvio que não há sexo, absolutamente não”, ela afirmou ao canal Barcroft TV.

Como não amar este trabalho? “Ele veio a minha casa em uma fantasia de empregada, limpou e me pagou! Pensei: ‘é isso. É isso que quero'”, relembra.

Sherry se tornou Mistress Sofia após seu terceiro divórcio quase destruí-la. Ao reconstruir sua vida com a ajuda da filha Amy, ela descobriu seu lado “kinky” e o abraçou de vez. “Antes de me tornar uma dominatrix minha vida era sem graça, chata, e de repente tudo mudou… Posso ser mais velha, mas tenho energia. Acho que consigo isso pelo meu trabalho”, explicou em entrevista ao Daily Mail.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos