O estudante de arte Clayton Pettet, que ganhou manchetes em todo o mundo ao anunciar que iria perder a virginidade anal em uma performance, finalmente teve o seu grande dia. Depois de receber 10 mil inscrições de pessoas que gostariam de assistir à performance – das quais 150 foram escolhidas – ele as reuniu em Londres para o esperado o evento.

Intitulada Art School Stole my Virginity (A Escola de Arte Roubou Minha Virginidade, em tradução livre), a performance de Clayton  aconteceu em um antigo prédio da BBC na capital da Inglaterra. Para a decepção da plateia, o evento não teve sexo oral. Tampouco anal.

“Eles não queriam ver arte, eles queriam me ver fazendo sexo”, disse o artista à revista Dazed and Confused. “Se estavam esperando outra coisa, isso diz mais sobre as pessoas do que sobre mim”, garantiu.

O exercício contou com a participação dos visitantes. Escondido em uma pequena cabine, Clayton se sentava entre cachos de bananas. A medida que cada visitante entrava, ele a pessoa que colocasse uma banana em sua boca. Depois, ordenava que saísse. “Fiquei decepcionado”, disse um usuário do Twitter que participou do evento. “Não foio que eu esperava”, disse outro.

Para o artista, a ideia era causar nas pessoas a mesma ansiedade – e eventualmente, pânico – que a perda da virgindade teve nele. à outra revista, o estudante garantiu: “Não quero fazer sexo nunca – minha arte é minha sexualidade”.

Fechar X
Sem mais artigos