Jim Carrey reproduziu cena de O Poderoso Chefão com Trump na pele de Corleone

Poucas pessoas sabem, mas Jim Carrey é um talentoso desenhista de cartoons cômicos. A veia artística do eterno Máskara vai muito além da TV e do Cinema. E o alvo da vez da mais recente criação do ator foi o presidente Donald Trump, envolvido em um escândalo político que pode levá-lo a sofrer um impeachment nos Estados Unidos.

Carrey colocou Trump no papel de Don Vito Corleone, personagem central do épico filme O Poderoso Chefão, em um cartoon que aborda o cenário polêmico da política norte-americana. O presidente aparece ao lado do líder ucraniano Volodymyr Zelensky, a quem teria pago uma quantia milionária para investigar seu principal adversário na corrrida presidencial do ano que vem, Joe Biden.

 

Além das duas figuras, Carrey usou uma legenda que dá margem ao leitor saber qual é o seu posicionamento sobre o assunto. “O Fraudfather (algo do tipo O Poderoso Fraudador) faz uma oferta a Zelensky a qual ele não pode recusar”.

 

Jim Carrey já deixou claro, assim como vários outros artistas norte-americanos, que não é a favor da política de Donald Tump no país e que se sente muito incomodado e envergonhado com notícias sobre escândalos envolvendo o presidente.

 

O cartoon de Jim Carrey foi inspirado em uma cena de O Poderoso Chefão em que Don Vito Corleone, interpretado pelo ator Marlon Brando, pergunta ao colega Bonasera se este aceitaria um serviço em troca de uma ajudinha militar.

Fechar X
Sem mais artigos