Joaquin Phoenix admitiu que a pressão para fazer o documentário I’m Still Here quase o fez desistir. O filme, que mostra o ator “deixando” a carreira de ator para iniciar uma de cantor de hip hop, foi filmado e finalizado como um autêntico documentário.

Phoenix e Casey Affleck, em sua estreia na direção, confirmou que o comportamento do ator não foi uma farsa até pouco depois do lançamento do filme nos Estados Unidos.

“Em um certo ponto, tornou-se um espetáculo público para ser sincero e eu fiquei refém do processo. Várias vezes, honestamente, eu quis sair do filme. Em qualquer outro estou livre em quatro meses. Mas este foi adiante e adiante”, comentou o ator ao Extra.

No entanto, apesar da pressão de manter verossímel a sua performance pública, Phoenix insistiu: “Eu queria fazer um filme com meus amigos e de uma maneira diferente. Queria ter uma experiência diferente, e eu estou realmente feliz por ter feito isso”.

O ator de 35 anos acrescentou que sua famosa aparição no Late Night with David Letterman nunca teve a intenção de constranger o apresentador de TV. “Eu não estava no programa para fazê-lo de idiota”, explicou Phoenix.

“Neste filme, acho que a única pessoa que sai como um idiota sou eu”, completou.

Fechar X
Sem mais artigos