Contratado na janela de transferências antes do início da temporada 2013/2014, Gareth Bale saiu do Tottenham Hotspur rumo ao Real Madrid por R$ 316, tornando-se o jogador mais caro da história. Agora, o galês melhorou o seu acordo de patrocínio com a Adidas, estendendo-o por mais seis anos, o que lhe retornará pouco mais de R$ 74 milhões no período. A notícia é do site do jornal inglês Daily Mail, em matéria divulgada nessa quarta-feira (09).

Assim, o camisa 11 do Real Madrid entra no seleto grupo de maiores contratos da empresa alemã e se junta a Lionel Messi, do Barcelona, Robin Van Persie, do Manchester United, e Arjen Robben, do Bayern de Munique.

O vínculo entre Adidas e Bale já conferia um bom retorno ao jogador, mas não era tão rentável na comparação ao atual já que, nas últimas temporadas, o Tottenham não havia conseguido se classificar para o maior torneio entre os clubes europeus, a Liga dos Campões. Agora, o atacante é uma das estrelas de um dos clubes mais famosos do continente, e que ainda está na luta para conseguir o décimo troféu do torneio.

“Nós sempre estivemos confiantes para manter Gareth co0nosco, mas o acordo tinha que ser bom para os dois lados”, disse uma fonte da multinacional.

Vale lembrar que Bale, hoje com 24 anos, possui contrato com a Adidas desde os 16. A extensão do acordo entre as partes, e a melhora nas cifras, vinham sendo negociadas desde que o galês chegou no time espanhol, em agosto de 2013.

Fechar X
Sem mais artigos