Muitas teorias para explicar a vexatória derrota da Seleção Brasileira por 7 a 1 foram levantadas desde o revés para a Alemanha, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Problemas técnicos, táticos e até psicológicos foram colocados em pauta. Para um clérigo da Arábia Saudita, contudo, a única explicação para a goleada é a promiscuidade das mulheres brasileiras.

Segundo Saad al-Duraihim, o Brasil pegou em campo por aquilo que foi feito por suas mulheres no lado de fora dos estádios do Mundial de 2014. “O Brasil perdeu a Copa do Mundo porque apresentou estômagos nus e corpos pelados”, escreveu o árabe, em seu perfil no Twitter.

Em resposta imediata, um dos seguidores fez referência às orações noturnas especiais que acontecem durante o mês sagrado islâmico do Ramadã, que caiu exatamente durante o período da Copa.

“Então a Alemanha venceu porque os seus jogadores se preocuparam em rezar o Taraweeh”, escreveu um usuário do microblog, lembrando que o meia Mesut Özil e outros jogadores da seleção alemã são praticantes da  religião muçulmana.

‘Culpadas’ pela derrota

A ex-Miss Bumbum e repórter da Rede TV, Andressa Urach, e a funkeira Mc Bandida foram algumas das mulheres que apareceram nuas em locais de treinamentos das seleções que disputaram a Copa e também dos estádios do Mundial de 2014.

Seriam elas (e suas promiscuidades, segundo o clérigo árabe) as grandes culpas pela vexatória derrota da seleção por 7 a 1 para a Alemanha?

Fechar X
Sem mais artigos