O presidente da Fifa, Joseph Blatter, criticou arduamente os jogadores ingleses nesta sexta-feira pela falta de disciplina e respeito pelo esporte e por sua associação de futebol depois da ameaça de boicote na partida das eliminatórias para Euro 2004 contra a Turquia. Blatter disse, numa coletiva de imprensa, que essas atitudes só podem ser condenadas. A seleção inglesa, em solidariedade ao jogador do Manchester United, Rio Ferdinad, que não foi incluído na equipe depois de faltar em exame antidoping de rotina, reuniu-se e depois de ameaçar boicotar a partida contra a Turquia, concordou em viajar para Istambul e jogar. A partida terminou 0 x 0 e a Inglaterra classificou-se para a Eurocopa de 2004.

Fechar X
Sem mais artigos