O empresário egípcio Mohamed al-Fayed informou neste sábado que vendeu o clube inglês Fulham a Shahid Khan, dono do time de futebol americano Jacksonville Jaguars.

“Chegaria o dia que deixaria de servir como proprietário do Fulham, e acho que esse momento chegou”, disse Fayed em comunicado divulgado pela imprensa britânica.

Khan, por sua vez, homenageou Fayed, de 84 anos, a quem qualificou como uma pessoa “incrível” por seu trabalho no Fulham. “Este homem recuperou o Fulham e teve uma grande visão que compartilhou comigo. Acho que é muito importante para todos os torcedores do Fulham”, declarou Khan à imprensa, sem revelar quanto pagou para ficar com o clube.

“Temos que respeitar a história. Vou escutar os torcedores e decidir (o que acontecerá)”, acrescentou.

Durante seus 16 anos à frente do Fulham, Fayed transformou o clube ao conseguir que se firmasse na Premier League (divisão de elite). O milionário era pai de Dodi al-Fayed, namorado da princesa Diana e que morreu no acidente de carro que também a matou, em 1997, em Paris.

Nascido no Paquistão, Khan, de 62 anos se estabeleceu aos 16 anos de idade nos Estados Unidos, onde fez fortuna no ramo de autopeças. 

Fechar X
Sem mais artigos