Sandro Rosell, que pediu demissão da presidência do Barcelona após o escândalo na incerteza do preço pago por Neymar, quer realmente sair da vida pública e, neste sábado (25), encerrou a conta que mantinha na rede social Twitter.

“Obrigado a todos! Foi um orgulho ser presidente do Barça. Peço a todos os barcelonistas que deem apoio ao presidente Bartomeu”, escreveu o espanhol, citando seu antigo vice, que assumiu o cargo máximo.

Neste sábado, Rosell iria até o centro de treinamento do clube para se despedir do técnico Tata Martino e do elenco de jogadores, mas decidiu adiar. A ideia, segundo o diário Mundo Deportivo, é fazer de forma bastante discreta e acompanhado do antigo técnico do time, Tito Vilanova, que é seu amigo.

Fechar X
Sem mais artigos