A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou à equipe Red Bull, que a partir do Grande Prêmio do Canadá, no próximo domingo (10), a escuderia terá de modificar os assoalhos de seus carros e abrir mão dos pequenos furos usados no GP de Mônaco.

A FIA afirma que esta decisão não afeta os resultados obtidos na última prova disputada por seus dois pilotos. O australiano Mark Webber venceu, enquanto o alemão Sebastian Vettel terminou em quarto em Mônaco.

Assim, a Red Bull terá que trocar seus assoalhos, após denúncia feita por Ferrari, McLaren e Mercedes, que entendem que o artifício da atual campeã mundial não faz parte do regulamento. Os pequenos furos estavam situados à frente das rodas traseiras.

Fechar X
Sem mais artigos