Rodrigo Paiva, diretor de comunicações da CBF, não deve ser o único punido pela Fifa por ter se envolvido em uma confusão com jogadores da seleção chilena no intervalo da partida do último sábado (28), no Mineirão. Segundo informação publicada nesta terça-feira (1º) pelo jornal O Estado de S. Paulo, a entidade máxima do futebol investiga a participação do atacante Fred na confusão ocorrida entre os dois tempos da partida válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

De acordo com a publicação, a Fifa tem posse de um vídeo da briga protagonizada nos corredores do Mineirão e que não descarta punir outros brasileiros nos próximos dias, assim como fez com Paiva, que teria dado um soco no atacante Mauricio Pinilla, já recebeu a sua pena de um jogo.

A reportagem ainda garante que a Fifa apura a suspeita de que a confusão começou ainda dentro de campo, com um tapa do camisa 9 da Seleção Brasileira em um adversário a caminho dos vestiários.

A Fifa mantém a investigação em sigilo e sabe que precisa ser coerente e manter duras punições, vide o atacante Luis Suárez, que mordeu Chiellini e foi afastado por quatro meses e nove partidas.

A opinião da CBF, contudo, já está formada. De acordo com o jornal, a entidade que rege o futebol brasileiro está convicta de que a Fifa não que ver a Seleção conquistando o hexacampeonato mundial.

Fechar X
Sem mais artigos