Robert Kubica confirmou, em matéria divulgada pelo site Autosport.com neste domingo (28), ter dirigido um simulador de Fórmula 1 da Mercedes. O polonês falou à publicação neste sábado (27) durante o Campeonato Europe de Rali, em Açores, Portugal.

“Posso dizer que sim, estive lá. Mas não posso dizer quantas vezes ou quantas voltas fiz”, revelou.

Kubica tem relação próxima ao chefão da equipe alemã, Toto Wolff, que o ajudou a conseguir testes na DTM no último mês de fevereiro. Na ocasião, Wolff chegou a dizer que se o polonês um dia quiser voltar a correr na categoria principal do automobilismo, “adoraria trabalhar com ele”.

O piloto, que foi visto por um atleta rival no aeroporto de Londres, desconversa ter tido algum contato com a Mercedes no passado. Quando perguntado se correria novamente pela escuderia, respondeu: “Talvez, eu não sei”.

“Mas não é só porque alguém me vê no aeroporto de Heathrow que eu vou para a Mercedes. Também vou para lá por outras razões, não tem sempre que ter alguma relação com aquele assunto”, disse.

Recentemente, Kubica confirmou que, apesar do acidente que sofreu há cerca de dois anos, ele pode estar recuperado ao ponto de sentir-se apto a correr em alguns circuitos pela Fórmula 1.

Fechar X
Sem mais artigos