Ainda em clima de festa pela vitória desta quarta-feira (19) sobre o Atlético-MG por 3 a 1, pelas semifinais do Mundial de Clubes presidente do Raja Casablanca, Mohamed Boudrika, comemorou o fato de a equipe deixar em destaque o futebol do Marrocos, que sedia o torneio internacional pela primeira vez.

“É um grande feito ser a primeira equipe árabe a chegar à final do Mundial de Clubes. O importante é passar uma boa imagem do futebol marroquino”, disse Boudrika à Agência Efe, para depois agradecer o apoio do público marroquino.

Por sua vez, o atacante Mouhssine Iajour, autor do primeiro gol do Raja contra o Galo, enalteceu o clima positivo vivido entre os integrantes da equipe antes da partida.

“Estávamos confiantes desde o começo da partida e determinados a alegrar o público marroquino. Havia muita concentração e harmonia no vestiário”, destacou.

Durante a abertura do Conselho de Governo, o presidente do Governo do Marrocos, Abdelilah Benkirane, parabenizou o Raja por sua “vitória histórica” e afirmou se tratar de um “motivo de orgulho nacional”.

Fechar X
Sem mais artigos