Segundo a Folha de S. Paulo desta terça, que cita informações da imprensa russa, os jogadores brasileiros Roberto Carlos e Jucilei (ambos ex-Corinthians), além de João Carlos Pinto Chaves, todos do Anzhi Makhatchkala, da Rússia, tiveram problemas com a imigração do país por falta de visto de trabalho.

Eles chegaram a ficar detidos por duas horas no aeroporto de Grozni, capital da Chechênia, onde a equipe jogará contra o Zenit São Petersburgo nesta terça. A partida não será realizada no Daguestão, onde fica a sede do Anzhi, por questões de segurança, já que o território vive uma onda de atentados motivados por questões separatistas.

Há um acordo bilateral entre Brasil e Rússia que dispensa a necessidade de vistos de turismo, mas não de trabalho. Não foi confirmado se os atletas tinham ou não o documento para trabalhar. Por outro lado, o presidente da Vainakhavia, agência estatal de transportes aéreos, Sultan Gambulatov, negou a informação.

Fechar X
Sem mais artigos