Após mais de três horas de jogo e com direito a 15 quebras de serviço, a russa Maria Sharapova venceu neste sábado a romena Simona Halep por 3 sets a 0, com parciais 6-4, 6-7 (5) e 6-4, e levantou o troféu de campeã de Roland Garros pela segunda vez na carreira.

 

 

Com o título, a tenista de 27 anos subirá da oitava à quinta posição no ranking mundial feminino. Essa foi a terceira final consecutiva da russa em Roland Garros, um dos quatro que compõem o circuito de Grand Slam. Também campeã em 2012, agora ela soma 50 partidas vencidas no saibro de Paris.

“Foi a final de Grand Slam mais difícil que já joguei. Tenho o maior respeito por Simona [Halep], que jogou muito bem”, disse a campeã, emocionada, logo após subir as arquibancadas da quadra central Philippe Chatrier para abraçar com a equipe técnica.

Sharapova se torna a primeira russa a ganhar duas vezes o Grand Slam francês e se embolsará com isso 1,65 milhões de euros (R$ 5,05 milhões) pelo título. Pelo vice, Halep receberá 825 mil euros (R$ 2,52 milhões).

“Estou muito feliz. Ela (Sharapova) é uma grande campeã e merece esse título. Foram duas semanas incríveis para mim”, revelou Halep diante do público da quadra central após sua primeira final em um Grand Slam.

Com três horas e dois minutos de jogo, faltou pouco para essa ter sido a final feminina mais longa de Roland Garros, recorde estabelecido pela alemã Steffi Graf e pela espanhola Arantxa Sánchez (três horas e quatro minutos, em 1996).

Além disso, esta foi a primeira final feminina disputada em três sets desde 2001, quando a americana Jennifer Capriati derrotou a belga Kim Clijsters.

Fechar X