Repórter da ESPN Brasil repreende torcedor após termo homofóbico

Repórter da ESPN Brasil repreende torcedor após termo homofóbico

Levar uma bronca em rede nacional é para poucos. Durante o programa Bate-Bola, do canal ESPN Brasil, a repórter Gabriela Moreira decidiu entrevistar um torcedor do Palmeiras que se encontrava nas imediações do Allianz Parque antes da partida contra o São Paulo. Após sua pergunta, o palmeirense disse que seu clube venceria “as bichas” e foi repreendido na hora.

“Rapaz, vou falar uma coisa. Não sei se vai ganhar, mas com esse ‘bicha’… não a homofobia, né? Você tem 25 anos? Vamos tentar modernizar esse pensamento”, disse a jornalista.

Nesta quinta-feira (26), Gabriela Moreira usou sua conta no Twitter para explicar seu ponto de vista do fato. “Me sinto na obrigação de me manifestar aqui sobre ontem. Pessoalmente, agi de forma natural, de acordo com o que acredito. Profissionalmente reagi porque acredito que a imprensa não pode ser veículo de qualquer tipo de preconceito”, afirmou.

Entre os rivais, o São Paulo e seus torcedores são chamados de “bambi” e costumam ouvir piadas homofóbicas por conta disso. O criador do termo foi o volante Vampeta, que atuou no Corinthians nos anos 90 e tinha um estilo provocador, que incomodava os adversários.

 

Torcedor da Sociedade Esportiva Palmeiras usa termo homofóbico e leva bronca ao vivo de repórter da ESPNASSISTA em http://es.pn/1EVE2ly

Posted by Mundo ESPN on Quarta, 25 de março de 2015

Fechar X
Sem mais artigos