O Campeonato Brasileiro de 2013 acabou apenas dentro das quatro linhas. Rebaixado, o Fluminense tenta provar que a Portuguesa escalou irregularmente o meia Héverton, no empate sem gols com o Grêmio na última rodada do torneio. Inconformados com o ocorrido, torcedores da Lusa saíram às ruas no último sábado, (14), para protestar.

Cerca de 300 lusitanos e também simpatizantes ao clube se reuniram na Avenida Paulista, em São Paulo. Durante a concentração, no vão livre do Masp, os torcedores receberam o apoio de quem passava de carro e também de ônibus. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, que transcorreu sem qualquer registro de incidentes.

Indignados com o pedido do Fluminense, que se vencer a causa rebaixa a Portugusa, os torcedores cantavam “Ão, ão, ão, diga não ao tapetão”, além do hino do clube e também do Brasil. O encontro foi marcado pelas redes sociais.

O julgamento no STJD acontecerá na próxima segunda-feira, (16). O clube alega que não foi informado por Osvaldo Sestário, advogado que representou os rubro-verdes no julgamento do meia, sobre a suspenção do jogador. Caso seja punida, a Portuguesa perderá quatro pontos e mudará a classificação do Campeonato Brasileiro. A Lusa, 12ª colocada com 48 pontos, passaria a fazer parte da zona de rebaixamento, na 17ª posição com 44 pontos, salvando, assim, o Fluminense da queda para a Segundona.

Veja momentos da manifestação:

Fechar X
Sem mais artigos