Copa das Copas, Copa da Zoeira ou Copa dos Gols. Qualquer um desses slogans usado pelos brasileiros durante a disputa do Mundial de 2014 é valido como nomenclatura para o torneio entre seleções no Brasil, tanto por ser uma das edições com maior média de gols por partida, como pelas brincadeiras dentro e fora de campo e até mesmo pelo sucesso da competição até o momento. Outro nome, contudo, poderia muito bem se encaixar nessa lista: a Copa dos goleiros.

Por conta de nomes como Enyeama, Tim Howard, Bravo, Ochoa e Navas, a Copa do Mundo deste ano registrou lances emocionantes, goleiros sendo eleitos os melhores em campo e disputas acaloradas nos pênaltis em quase metade dos jogos de mata-mata até o momento.

Pra provar que Copa das Copas também a Copa dos Goleiros, o Virgula Esporte listou onze motivos que vai te convencer sobre isso.

1 – O mito Keylor Navas

De um simples e até então desconhecido goleiro, o arqueiro da Costa Rica ganhou destaque ao defender a meta de sua seleção e deixar a Copa de 2014 sem sofrer sequer uma derrota com bola rolando.

Dono de uma agilidade fora do comum, Keylor Navas, que atualmente defende as cores do Levante, da Espanha, fechou o gol contra a Holanda no tempo normal e levou a disputa de uma vaga para as semifinais da Copa para os pênalits.

Destaque da Costa Rica e da Copa, Navas tomou apenas um gol de bola rolando neste Mundial. No duelo contra a Grécia, pelas oitavas de final, o arqueiro não conseguiu segurar o chute de Sokratis.

Mesmo sendo superado pelo greco, Navas desempenhou um papel espetacular contra o rival na Copa, defendendo um dos pênaltis.

2 – O recorde do americano Tim Howard

A seleção dos Estados Unidos não era uma das favoritas da Copa de 2014, mas deixou o Mundial mostrando que possui um dos melhores goleiros do mundo: Tim Howard.

Responsável por salvar os americanos em diversas oportunidades nessa Copa, como no duelo contra Portugal, ainda na fase de grupos, Howard quebrou o recorde de defesas difíceis em uma única partida em Mundiais. No duelo contra a Bélgica, pelas oitavas de final, o camisa 1 impediu 16 tentativas de gols.

E uma imagem mostra exatamente onde foi feita cada uma das 16 defesas de Tim Howard. É ou não é a Copa dos Goleiros?

3 – O brincalhão e eficiente Enyeama

Além de excelente goleiro, o nigeriano Enyeama também é conhecido pelo seu jeito estrovertivo.

Amigo de diversos craques, o goleiro foi flagrado por uma das câmeras da Fifa em conversa com o trio de arbitragem no intervalo do jogo contra a Argentina, no Beira-Rio. Enyeama reclamou com o árbitro italiano Nicola Rizzoli sobre faltas a favor do time adversário próximas da área, e destacou a qualidade de Messi. “Vocês deram ao Messi muita vantagem, ele já fez dois em mim”, disse o arqueiro na oportunidade, sorrindo em seguida.

 

4 – O resposta de Júlio César

Tido como um dos vilões da seleção na eliminação da Copa de 2010, Júlio César deu a volta por cima no jogo contra o Chile, válido pelas oitavas de final. Autor de duas defesas na disputa por pênaltis, o goleiro saiu como o herói brasileiro no Mineirão.

5 – A velocidade do chileno Claudio Bravo

Na mesma partida, outro goleiro também brilhou, mas não saiu como herói. Claudio Bravo, destaque do Chile na Copa do Mundo e novo reforço do Barcelona, provou que, mesmo eliminado da competição, pode ser considerado um dos melhores arqueiros do Mundial de 2014.

Destaque com a bola rolando, fazendo defesas que impediram a derrota do Chile ainda no tempo normal, Bravo ainda conseguiu segurar um petardo de Hulk na disputa por pênaltis.

6 – Os 15 segundos de fama de Tim Krul

De terceira opção na Holanda a grande salvador da pátria no duelo contra a Costa Rica, Tim Krul mostrou que pênalti não é loteria, como muitos dizem. Escolhido por Van Gaal para entrar no último minuto da prorrogação, o camisa 23 foi essencial para a classificação holandes às semifinais. 

7 – A muralha Memo Ochoa

Responsável direto pelo empate entre Brasil e México, o goleiro Memo Ochoa foi mais um arqueiro a brilhar na Copa do Mundo de 2014.

Com defesas que ia de à la Gordon Banks a reflexos com o rosto, o astro mexicano pode ser apontado como um dos melhores goleiros que esteve no Brasil esse ano.

Além do talento, Ochoa ainda contou com a sorte. A bola bateu na trave e a Fifa mostrou que não foi gol.

8 – Rais M’Bolhi e seu duelo particular com a Alemanha

O goleiro argelino M’Bolhi não apareceu muito na fase de grupos, mas mostrou todo seu talento no jogo contra a Alemanha, pelas oitavas de final da Copa.

Suas defesas foram essenciais para que a seleção africana disputasse o jogo contra os alemães até a prorrogação.

9 – A ‘única’ e mais importante defesa de Neuer com as mãos

Considerado um dos melhores goleiros do mundo na atualidade, o alemã Manuel Neuer não teve tanto trabalho até o momento como seus concorrentes na Copa. Tanto que uma das únicas vezes em que foi exigido, mostrou seu talento e qualidade, ao defender um chute de Benzema, no último minuto de jogo contra a França, com apenas uma mão.

As outras defesas do goleiro foram com a cabeça…

E com os pés, claro.

10 – Thibaut Courtois e sua imunidade a Lionel Messi

Com números impressionantes na meta belga, o goleiro Thibaut Courtois deixou a Copa do Mundo sem brilhar muito. O belga, que nunca tinha perdido um jogo defendendo a seleção, não conseguiu evitar a derrota por 1 a 0 para a Argentina, mas mostrou que no duelo contra Lionel Messi ele sempre leva a melhor, desde os tempos de Atlético de Madrid.

11 – Ospina e seu desempenho contra o Uruguai

O goleiro colombiano Ospina foi um pouco apagado pelo bom desempenho das estrelas Cuadrado e James Rodriguez durante todo o Mundial. No duelo contra o Uruguai, contudo, o arqueiro mostrou que é um dos melhores goleiros da Copa e, quando exigido, apresentou seu cartão de visitas.

Além da velocidade nos lances de perigo, ele provou que tem um reflexo afiado, mesmo já sendo um goleiro com uma boa experiência.

Sem contar que, além das defesas, ele participou do histórico momento em que Mondragon se tornou o jogador mais velho das história das Copas (veja abaixo).

Fechar X
Sem mais artigos