“A cena do beijo não existia, a gente que deu. Foi bem verdadeiro, com muita língua, não sei nem se vai ser censurado”, brincou Flávia Alessandra sobre contracenar com o marido Otaviano Costa na novela Salve Jorge. A declaração foi dada ao jornal O Dia desta quarta-feira (15).

Na trama, a sua personagem, a tenente Érica, que sofreu de amor por Théo (Rodrigo Lombardi), termina com Haroldo (Otaviano Costa). “A gente fez pouquíssimas cenas. A do atropelamento foi supertrabalhada. Achei engraçado esse encontro, muitos fãs nossos vinham pedindo”, disse a atriz.

“O Théo não é o protótipo de homem ideal para nenhuma mulher bacana. Ele francamente não era ‘o cara’”, continuou ela fazendo referência à música tema do casal protagonista, Esse Cara Sou Eu, de Roberto Carlos.

Flávia falou ainda que pensa em ter outro filho: “Estamos pensando em dar um companheirinho para a Olívia. É que eu trabalho muito e uma gravidez precisa ser bem planejada”, disse ela que é mãe de Giulia , do casamento com Marcos Paulo, e Olívia, com Otaviano Costa.

Fechar X
Sem mais artigos