Caio Castro voltou a criticar a proporção que tomou a declaração de que não gosta de ler e ir ao teatro, em entrevista à apresentadora Marília Gabriela no começo deste ano. “Acho que houve uma tempestade em copo d’água”, disse o ator no Altas Horas, que vai ao ar neste sábado (26). A informação é do site do programa.

“Não falei que não gosto e não vou ao teatro, ou que não gosto de ler e não leio nada, muito pelo contrário, eu leio bastante até. Volto a dizer que não é meu passatempo preferido, não é que eu não goste, eu só não gosto muito. Acho que houve uma tempestade em copo d’água”, afirmou ele.

O ator recebeu o apoio do colega Ney Latorraca, que também é um dos entrevistados do programa. “Eu acho um absurdo essa coisa de você crucificar uma pessoa. Cada um faz o que quer, cada um tem seu caminho. Acho uma sacanagem”, criticou o veterano.

Os veteranos atores Maitê Proença, Pedro Paulo Rangel, Miguel Falabella, Marília Pêra e Carlos Vereza criticaram o ator à época da entrevista.

Fechar X
Sem mais artigos