Amber Heard voltou a dar detalhes sobre os episódios em que seu ex-marido, o ator Johnny Depp, a teria agredido. O site Page Six teve acesso ao vídeo em que Amber fala das agressões em depoimento ao processo que Depp move contra ela. O astro de ‘Piratas do Caribe’ abriu um processo de US$ 50 milhões contra a ex-mulher por difamação devido às acusações de violência doméstica. O casal oficializou a união em fevereiro de 2015 e viveu junto por um ano quando anunciou o divórcio em 2016.

Amber diz que o ex-marido bateu, a estrangulou, puxou seus cabelos e a chutou diversas vezes. A atriz conta que os episódios começaram em 2013, um ano após o início do namoro. “Sempre que Johnny abusava de drogas, álcool e remédios, ele se tornava uma pessoa totalmente diferente, sempre delirante e violenta. Nós chamávamos aquela versão dele de ‘O Monstro’. Depois, nunca se lembrava de como se comportava quando estava naquele estado. Como eu o amava, acreditei nas várias vezes que disse que melhoraria. Eu estava errada”, contou.

Durante um voo em um jato particular em maio de 2014, Amber disse que o ator estava bêbado e ficou nervoso porque ela havia filmado uma cena romântica com James Franco no dia anterior. Ele faz piada sobre o assunto com o atendente de voo e, do nada, começou a atirar objetos na namorada. Ela mudou de poltrona. Ele teria se levantado levantou e jogado uma cadeira em sua direção. Amber tentou ir ao banheiro, mas Depp a acertou com um chute nas costas e a derrubou no corredor. Caída, ele lhe arremessava sapatos. Depois, o ator passou o resto do voo trancado no banheiro, segundo testemunho da ex-mulher.

“Um mês após o casamento, ele havia voltado a consumir ecstasy. Uma manhã, acordei e vi que ele ainda não tinha dormido, havia tomado oito comprimidos de droga e estava bebendo. Durante a noite, o ritmo continuava. Em um momento, ele me bateu diversas vezes, me empurrou para o chão, me estrangulou e cuspiu no meu rosto. Ele jogou velas e garrafas de bebida em mim”, conta. E, continua: “na mesma noite, ele me jogou na mesa de sinuca, que quebrou. Ainda mais descontrolado, jogava garrafas e bolas de bilhar pela janela. Ele me pegou, rasgou minha camisola, me deixou nua e descalça coberta em álcool e estilhaços de vidro. Johnny me pegou pelo cabelo e me bateu contra a geladeira. Não conseguia me equilibrar por causa dos cacos de vidro no chão. Eu corri, enquanto ela jogava garrafas e objetos em mim”.

Segundo a atriz, por três dias, o ator não dormiu, consumiu imensa quantidade de drogas e a agrediu diversas vezes. “Ele escreveu mensagens com sangue nas paredes da casa e urinou em vários lugares”, relembra. No vídeo, Amber narra diversos outros episódios de violência doméstica vividas pelo casal até a separação. Johnny Depp nega todos eles.

Fechar X
Fechar X