leo2

Se você não esteve em Marte nos últimos dias, deve ter ficado sabendo do escândalo recentemente provocado pelo ataque hacker e consequente vazamento de informações e emails trocados entre funcionários e cúpula da Sony Pictures. O estúdio de cinema vem tentando superar a crise que envolve principalmente Amy Pascal, vice-presidente da gigante do entretenimento. Emails divulgados pelos piratas cibernéticos já mostraram Pascal chamando Angelina Jolie de “criança mimada” e fazendo comentários racistas sobre Barack Obama.

No olho do furacão, Amy Pascal vem penando para se manter no cargo, pedindo desculpas por meio de notas públicas, mas a coisa está ficando cada vez mais difícil para a moça. Em mais uma série de emails vazados e divulgados neste fim de semana, Pascal vira sua metralhadora giratória para Leonardo DiCaprio. “Desprezível” foi o adjetivo escolhido pela executiva da Sony para se referir ao astro do cinema, após o loiro ter decidido pular fora da cinebiografia “Jobs”, sobre a vida do fundador da Apple. “Foi por causa do acordo, ou ele simplesmente mudou de ideia?”, pergunta o produtor Mark Gordon a Amy Pascal. “O último”, responde Amy. “Comportamento horrível”, diz o produtor, ao que Amy responde: “Na verdade, desprezível”.

leo3

Ainda é cedo para dizer até onde irá o atual babado na Sony Pictures, alvo recorrente de hackers. O mais provável, especula a imprensa internacional, é que a executiva Amy Pascal acabe demitida ou sofra duras sanções por parte da companhia. E quanto a Leonardo DiCaprio, Angelina Jolie e todos os demais astros que Pascal descascou em seus ácidos emails? Bem, a gente acha que eles continuarão lindos, ricos, famosos e emplacando um trabalho atrás do outro.

leo1

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos