(Foto: reprodução/ vídeo)

Nesta sexta, 31, foi realizado em Detroit, EUA, o velório da cantora Aretha Franklin, e uma das convidadas foi Ariana Grande que apresentou uma belíssima versão de Natural Woman. Porém, uma situação bastante desconfortável aconteceu com a cantora teen: o reverendo Charles H. Ellis III teria a assediado em público, apalpando seu seio direito.

Durante a sua palavra, o religioso abraçou Ariana de um modo estranhamente íntimo, fazendo com que sua mão direita tocasse no seio direito da cantora. Pelas fotos, é perceptível que ela fica constrangida e tenta se desvencilhar dele, mas não consegue.

O reverendo ainda fez uma piada sobre Ariana, dizendo que não sabia quem ela era: “Peço desculpas porque preciso me atualizar. Minha filha de 28 anos diz que sou velho aos 60 anos, Quando vi Ariana Grande na programação, pensei que era algum prato novo do Taco Bell”.

Em apoio à cantora, os fãs subiram a hashtag #RespectAriana no Twitter, que viralizou rapidamente nas redes sociais.

“Mas o que significa esse flagrante desrespeitoso a Ariana Grande? É imundo demais”, disse uma internauta. “Não somente um homem assediou Ariana de uma forma repugnante, como também o fez enquanto dizia que daria a ela todo o respeito. O quão irônico é isso”, escreveu outro. “Tive o desprazer de ver o vídeo em que Ari aparece sendo claramente violada por aquele homem desprezível. Eu consegui sentir a incredulidade, desconforto, medo e choque dela daqui”, declarou uma fã.

Confira o momento:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos