Autópsia aponta que Chester Bennignton tinha bebido pouco e não estava drogado

Nathalia Salvado

Por

Atualizado em 6/12/2017

Chester Bennington, do Linkin Park e do Dead by Sunrise

Leia mais

Chester Bennington se suicidou após beber uma pequena quantidade de cerveja, revelou o relatório de sua autópsia, segundo o The Sun. Os detalhes divulgados na noite de terça-feira (5) mostraram que um dos testes apontou vestígios de MDMA em seu sistema, embora outros testes não encontraram vestígios da droga.

De acordo com relatórios de toxicologia, o sangue do cantor testou “positivo presuntivo” para MDMA (ecstasy) em um teste. No entanto, dois testes subseqüentes não detectaram a droga, e a conclusão final foi que Chester não estava sob a influência de drogas quando ele morreu.

Seu corpo foi descoberto por sua empregada quando ela entrou no quarto para lhe dizer que seu Uber tinha chegado. De acordo com o relatório, policiais encontraram fragmentos de suas unhas embaixo de seu celular e em uma mesa em seu quarto. O TMZ informa que a esposa de Chester, Talinda, disse que o cantor fazia isso quando estava ansioso.

O cantor de 41 anos se enforcou em sua mansão da Califórnia no dia 20 de julho. As autoridades encontraram uma garrafa de Corona meio cheia, uma garrafa vazia de Stella Artois e um frasco de comprimidos Zolpidem em seu quarto.

 

Sugerir correção

Relacionados ao assunto

Carregar mais

Comentários