Dustin Hoffman

Divulgação Dustin Hoffman

Mais um astro de Hollywood foi alvo de acusações de abuso sexual. Nesta quarta-feira (1º), a escritora Anna Graham Hunfer afirmou ter sido atacada pelo ator Dustin Hoffman no set do filme A Morte de um Caixeiro Viajante, em 1985.

Na época, o ator tinha 48 anos e Anna apenas 17. “Ele me pediu para lhe fazer uma massagem nos pés logo no meu primeiro dia no set e eu fiz. Ele estava flertando abertamente comigo, agarrou a minha bunda e falou abertamente sobre sexo na minha frente. Em uma manhã eu entrei no seu camarim para anotar o seu pedido de café da manhã e ele olhou para mim fixamente, com um sorriso no rosto. Então ele disse ‘eu quero um ovo cozido e um clitóris macio’. Depois caiu na gargalhada. Eu sai de lá sem palavras e fui para o banheiro chorar”, disse ela ao Hollywood Reporter.

Ela também mostrou um diário que escreveu na época relatando os assédios. “Hoje, quando estava levando Dustin para a sua limousine, ele pegou no meu traseiro quatro vezes. Eu bati nele em cada uma delas e disse que ele era um velho sujo”, escreveu na época. “Aos 49 anos, eu entendo que as atitudes de Dustin Hoffman são relacionadas a muitos casos de assédio que outras mulheres já enfrentaram em Hollywood e em todos os lugares. Ele era um predador e eu apenas uma criança, isso foi assédio sexual”, disse ela.

O ator pediu desculpas após as declarações, mas não citou o caso nem a escritora. “Eu tenho o maior respeito pelas mulheres e me sinto terrível em saber que algo que eu possa ter feito a colocou em uma situação desconfortável. Eu sinto muito. Isso não reflete o que eu sou”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos