Ana Clara, que disputava o reality show ao lado do pai Ayrton como a “Família Lima”, não levou o maior prêmio da décima oitava edição do Big Brother Brasil. Mas ela ganhou o status de influenciadora digital, milhões de seguidores nas mídias sociais e a oportunidade, caixas e caixas de “mimos” das marcas. Agora, a jovem pensa nos próximos passos, conforme contou em entrevista para o GShow, divulgada nesta terça, 05.

Ela revelou que quer ser conhecida pelo seu trabalho e comentou sobre a comparação com as ex BBBs Sabrina Sato e Grazi Massafera: “Elas não são mais lembradas pelo programa, conquistaram o lugar delas no meio artístico e agora são reconhecidas por isso. Vou carregar por mais tempo esse título de ex-BBB, porque é muito recente e ainda não consegui mostrar que sou mais que isso. Seria incrível chegar um dia a ser conhecida como elas, pelo meu trabalho. O programa é uma porta imensa, tem gente que abre só um pouquinho e tem gente que abre mais. Já eu quero derrubar essa porta!”

A estudante de comunicação também reconheceu a responsabilidade que carrega agora. Com mais de seis milhões de seguidores, ela pensa sobre os encargos da recém-conquistada visibilidade: “Acho muito importante usar essa visibilidade a nosso favor e a favor dos outros. Quero usar minhas redes para que conheçam a mim e ao meu trabalho, mas também para ajudar as pessoas, divulgar quem precisa. Pretendo fazer tudo que estiver ao meu alcance. Como é uma visibilidade nacional, quero, por exemplo, conseguir ajudar uma ONG que atue no Brasil todo”.

Assuntos mais mundanos também foram abordados na entrevista. Ela contou, por exemplo, que está bem longe de “passar o rodo”, como imaginou que aconteceria quando saísse da casa, e que também tem saudades da faculdade, para a qual ainda não conseguiu voltar.

Fechar X
Sem mais artigos