Fechar X

Carol Dias, de 24 anos, foi anunciada como a mais nova panicat, no último domingo (24). Mas essa não é sua estreia na mídia, nem na TV. A garota, que ganhou notoriedade por suas curvas, já foi legendete – assistente de palco do programa Legendários, na TV Record -, musa do Paulistão e “ring girl”, chegando a estrelar uma capa da revista Sexy com outras duas “ring girls”, em 2010.

Em entrevista exclusiva ao Virgula Famosos, a nova panicat conta como foi que recebeu a proposta para ser a mais nova integrante do Pânico na Band, fala sobre a sua saída do programa Legendários motivada por, entre outros fatores, um namorado ciumento, e seus projetos futuros.

Leia abaixo a entrevista exclusiva com Carol Dias.

Virgula Famosos – Como foi o convite para ser panicat?

Carol Dias – Eu trabalhei por dois anos no [programa da Record] Legendários. E, quando eu saí, morei cinco meses nos Estados Unidos para aprender inglês. Quando eu voltei, o [diretor do programa Pânico na Band] Alan Rapp me fez uma proposta e eu gostei muito.

Por que você saiu do programa Legendários?

Quando eu entrei no Legendários, eles combinaram uma coisa. Porém, a política do programa mudou e eu acabei ficando com pouco espaço. E, na época, eu tinha um namorado que era superciumento. Eu amei muito ele, acreditava que iria rolar casamento e tal. Eu abandonei tudo, larguei minha carreira. Mas é passado, eu nem estou mais com a pessoa. Foi um aprendizado.

Você faria isso de novo por alguém?

Nunca mais, eu prometi para mim mesma. Eu falo isso para todas as meninas. Eu vejo meninas que estão entrando agora na TV, que começam a namorar e dizem: “Eu vou sair por causa de namorado”. Eu não faço isso nunca mais. Foi a maior besteira que eu fiz na minha vida. Nunca que você pode deixar de fazer suas coisas por causa de homem.

O que você acha que é preciso para ser panicat?

Em primeiro lugar, você tem que ser bonita. Mas acima disso, você tem que ser humilde, tem que ter carisma para conquistar o público, saber falar bem, saber se portar na frente da câmera e topar tudo.

Falando em topar tudo, algumas provas no programa são polêmicas, como a vez em que a Babi Rossi raspou o cabelo. Você se acha preparada para os desafios? Tem algo que você já viu no programa que não faria? 

Acho que não. Quando eu aceitei, eles foram bem claros comigo: “Vai ter provas e provas, você precisa estar disposta”. Eu não tenho muita frescura, algumas coisas eu tiro de letra. Mas lógico, a Babi Rossi foi muito corajosa para raspar o cabelo. Eu rasparia se estivesse no lugar dela. No momento, não tem nada que eu tenha visto que eu não faria.

O programa às vezes é palco de alguns desentendimentos entre seus integrantes. Como você sentiu sua entrada no Pânico?

Isso acontece em qualquer programa. Existe muita disputa e ego, mas eu sou tranquila, não tenho problema com ninguém de lá, nem com os que já passaram pelo programa, nem com os que ainda estão lá.

Quais são seus projetos futuros?

Eu quero continuar meu curso de inglês, de espanhol e eu queria voltar para a faculdade mas eu acho que será bem difícil porque a vida de panicat é bem corrida.

Você fazia qual curso na faculdade?

Eu gostaria de fazer Relações Públicas.

O que você faz para manter a forma?

Eu treino com meu personal trainer quatro vezes por semana e faço uma dieta rigorosa. Evito, gordura, chocolate, álcool, essas coisas…

Você posou nua para a Sexy em 2010. Você gostou do ensaio? Faria de novo?

Não, eu não me arrependi, gostei muito. Na época me abriu muitas portas, mas é claro que eu gostaria de fazer uma capa sozinha [Carol Dias era ring girl e dividiu a capa com mais duas garotas, Suelen e Dani].

Veja mais fotos de Carol Dias, a nova panicat, na galeria acima.

Fechar X
Sem mais artigos