marte

No verão marciano, todo mundo pode separar o biquíni e a sunga branca, fazer as malas e pegar uma carona para o Planeta Vermelho sem pensar duas vezes. Foi mais ou menos isso que a Nasa anunciou nessa segunda-feira, dia 28, depois de prometer uma das maiores descobertas de todos os tempos em relação ao planeta rochoso. Tá, eles falaram de um jeito bem diferente, mas o que importa é que Marte não é o planeta seco que todos pensavam e há evidências da existência de água líquida por aquelas bandas. Seria a nossa salvação?

Os cientistas da agência espacial que estudam as manchas escuras da superfície marciana chegaram à conclusão que elas costumam aparecer no fim da primavera, aumentam no verão e desaparecem quase que completamente no outono. Jim Green, diretor de Ciência Planetária da Nasa, disse que esse fenômeno foi um total mistério para os especialistas por mais de 40 anos.

Manchas escuras = água corrente = VIDA ALIENÍGENA?!??

Bom, se o verão chegar aqui no planeta Terra com a intensidade que pudemos vivenciar nesses últimos dias de inverno (isso dá confusão mental, nós sabemos), bem que poderia rolar uma expedição tranquilona para Marte, né? Vai que a gente conhece um pessoal diferente por lá, aliás!

Pensando nessa possibilidade não tão distante, conversamos com uma galera para saber o que eles levariam para Marte se a condução espacial partisse HOJE. Ia ter café, violão, cobertor e zoeira, é claro, porque ela não tem limites.

Vem ver a bagunça que ia ser essa festinha maluca no planeta vermelho:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos