Johnny Depp está sendo processado por seus ex-advogados. O motivo é uma dívida de quase R$ 1,5 milhões referente a serviços contratados, segundo a revista Variety.

O ator contratou o serviços da Buckley LLP, em 2017, para entrar com uma ação judicial contra outro escritório de advocacia acusado de tomar US$ 30 milhões sem um acordo com o ator.

Os advogados Fredrick Levin, Michael Rome e Ali Abugheida alegam que trabalharam no caso do ator até janeiro deste e não receberam por seus serviços.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos