Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Maitê Proença está nas páginas da edição de setembro da revista PODER. A atriz posou para um ensaio elegante e falou sobre sua participação no programa Extra Ordinários, do canal SporTV, elegeu seus atletas preferidos das Olimpíadas e ainda declarou que não liga mais para o que os outros dizem sobre ela.

“Cada vez mais eu ligo menos para o que pensam. Aos 90 serei uma velhinha que ninguém vai levar a sério. Caminho a passos largos para o desmonte da minha persona. Uma espécie de suicídio de longo prazo. Será?!”, afirmou Maitê. “Acho que as escorregadas deixam a gente feliz, naquela onda meio deixa a vida me levar. E alegria relaxa, encanta, desarma as rugas”, diz a estrela que tem 58 anos.

Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Sobre sua participação no programa da SporTV, falou que nem sempre está de olho apenas no futebol. “Mesmo durante o programa, enquanto assistimos a alguns replays de jogadas, muitas vezes percebo que não estou olhando para a bola, mas, sim, prestando atenção na postura ou no comportamento dos jogadores. Fico pensando: ‘Por que será que os rapazes cospem tanto quando estão em campo?'”, divertiu-se.

Sobre as Olimpíadas, revelou ser fã de Isaquias Queiroz, que levou três medalhas na Rio 016. “Virei fã do baiano da canoagem, o Isaquias (Queiroz), de longe o mais simpático. Em segundo lugar, gostei do Thiago (Braz da Silva), do salto com vara. Amei quando ele ganhou do francês chorão (Renaud Lavillenie)”, contou.

Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Maitê Proença para revista PODER (Crédito: Zô Guimarães/Revista PODER)

Fechar X
Sem mais artigos