Nos últimos quatro anos, Nathalia Dill só viveu mocinhas em novelas, porém voltou a fazer maldades nas telinhas agora no papel de Silvia de Joia Rara. Em entrevista para o jornal Extra, desta segunda-feira (14), ela contou como é contracenar com Mel Maia, intérprete da menina Pérola, que é vítima das maldades da vilã.

“A Mel é uma criança doce e querida por todos. Esta semana mesmo a mãe dela comentou uma cena que fizemos juntas, achando superbacana. Nada do que Silvia fizer vai superar a Carminha de Avenida Brasil (risos)”, brincou a atriz, relembrando a vilã da trama de João Emanuel Carneiro, interpretada por Adriana Esteves, que também tinha a personagem da atriz mirim como foco de suas maldades.

Entre 2007 e 2009, ela esteve no ar como a malvada Débora em uma temporada de Malhação. Em seguida, ela deu vida as mocinhas Maria Rita em Paraíso (2009), Viviane em Escrito nas Estrelas (2010), Doralice em Cordel Encantado (2011) e Débora em Avenida Brasil (2012).

“Eu gosto muito de intercalar os papéis. Esse é o gostoso da profissão, poder achar verdades distintas em diferentes papéis”, contou a atriz.

Além disso, Nathalia comentou como costuma lidar com as críticas que recebe sobre seu trabalho: “São importantes, pois com elas posso analisar como está o meu trabalho e evoluir cada vez mais. Às vezes, fico um pouco triste, mas sei lidar bem com isso”.

Fechar X
Sem mais artigos