Muita gente acompanhou nas redes sociais a luta de Madalena, neta do sambista Martinho da Vila, pela vida. Neste domingo (06), a mãe da pequena de apenas 14 dias contou aos seguidores que a filha não resistiu e morreu na Maternidade Perinatal da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

“A dor na alma de segurar sua filha no colo sem vida é uma marca infinda, Maria! Recolha nossas lágrimas, angústia e aflição. Madalena do Espírito Santo foi uma honra ter vivido com você 14 dias. Tunico, meu amor, obrigada por ter tido você em todos os momentos”, escreveu a jornalista Deborah Sathler no Instagram.

“Os céus recebam minha filha Madalena, que é presente que cuidamos com tanto amor. Que assim seja! Amém! Até o reencontro minha menina. Nós vamos dançar muito juntas, Madá! Agora volta pra casa minha filha e me espera”, completou.

Tunico da Vila, filho de Martinho, também fez um post para se despedira da filha. “Madalena hoje chegou nos braços de Oxalá e disse: – Oxalá, meu pai, como uma abikú, eu fui na terra cumprir a missão de receber meu nome de batismo que é Madalena do Espírito Santo Sathler Ferreira e foi o papai e a mamãe quem me deram. Oxalá disse a ela: – Seja bem-vinda de volta Madalena, te amamos muito e pode deixar que eu vou consolar seu pai e sua mãe e saiba que deu a eles uma lição de vida e amor. Te amo, Madalena do Espirito Santo”, afirmou.

Madalena nasceu com complicações cardíacas. Ela era portadora da Síndrome da Hipoplasia do Coração Esquerdo (SHCE), problema congênito identificado durante a gravidez.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Déborah Sathler (@deborahsathler) em

Fechar X
Sem mais artigos