Paulinho Vilhena está no ar com um personagem bem diferente de todos que já fez, o pintor esquizofrênico Domingos Salvador, na novela Império. Em entrevista para o jornal O Dia, publicada neste domingo (21), ele comentou que não quer ser apenas orostinho bonito da TV.

“Não quero ser só o galã, quero me aprimorar, me transformar, ter facetas distintas”, declarou o ator, que atualmente está com 35 anos.

Com a caracterização do presidiário da novela de Aguinaldo Silva, Vilhena raspou parte dos cabelos e deixou à mostra uma cicatriz de um implante capilar malfeito de quando tentou reverter sua calvície.

“Quando me deparei com a minha possível careca, eu era muito mais novo. Então, de todas as sugestões que pintaram, fui pesquisar sobre o implante. Pensava na questão do trabalho também, porque os atores só conseguem variar personagens através de barba e cabelo, e do físico, engordando ou emagrecendo. Fiz, mas não deu certo. A genética é mais forte. Hoje, tenho coisas mais interessantes para me preocupar. Assumi, e a cicatriz, que já não era um problema, me ajudou na caracterização”, revelou o ator.

Sobre a situação, ele ainda brincou: “Homem só sofre por mulher e pela careca… Pela barriga e pelo time também”.

Fechar X
Sem mais artigos