A revista masculina Playboy vive um novo momento e deu o pontapé inicial nesta fase colocando a atriz Luana Piovani em ensaio lindo e elegante na capa. Para a edição de maio – que chega às bancas no próximo dia 17 -, a escolhida foi a modelo Vivi Orth. Aos 25 anos, com 13 de carreira, ela exibirá as curvas e as 19 tatuagens no ensaio clicado em Ilhabela, litoral paulista.

“Nunca imaginei ser capa da Playboy, pois a revista seguia outra linguagem. Hoje, foi possível, além de um ótimo desafio. Me senti confortável em apostar na nova linguagem dela”, disse.

Vivi Orth na capa da Playboy

Confira na íntegra a conversa da Vivi com o Virgula:

Como foi a sessão de fotos?
As fotos foram feitas em Ilhabela. Passamos dois dias fotografando, e a equipe estava em total sintonia. O André Passos (fotógrafo) e o André Veloso (maquiador), além de toda a produção foram muito cuidadosos e me deixaram confortável. Escolhi toda a equipe e esse foi um dos motivos que me deixou confiante – poder trabalhar com quem me sinto à vontade. O resultado reflete isso.

Várias mulheres que posaram para a capa já disseram que tiveram que tomar champanhe para relaxar antes das fotos. Você ficou muito nervosa?
Trabalho como modelo já há alguns anos e, por conta da profissão, aprendi a ter domínio do meu corpo. Não fiquei nervosa, e precisei apenas da equipe maravilhosa e do sol!

Você tem 19 tatuagens. Teve que esconder alguma delas para o ensaio?
O ensaio mostra quem sou então todas estarão lá.

Qual a parte mais fácil e a mais difícil em um ensaio sensual?
A parte mais fácil é ser você mesma o tempo todo, e não precisar representar uma personagem ou uma marca. Minha profissão ajudou, e por isso não tive dificuldades.

Vivi Orth em bastidores de ensaio da Playboiy

Vê alguma diferença em posar nua em trabalho para moda ou este projeto para a Playboy?
Eu não vejo diferença.

Qual sua expectativa com a reação do público quando a revista sair?
Meu mercado sempre foi o da moda, mas a revista Playboy tem um alcance imenso. É natural que as capas se tornem conhecidas, e vejo isso como parte do trabalho.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos