As autoridades russas
ainda não receberam o pedido formal de asilo do ex-técnico da CIA
Edward Snowden, declarou neste sábado o chefe do Serviço Federal de
Migração (SFM) da Rússia, Konstantin Romodanovski.

“Até hoje não
recebemos nenhuma solicitação de Snowden”, declarou o chefe do
SFM à agência “Interfax”. Romodanovski acrescentou que,
caso o pedido venha a ser efetuado, “este será examinado de
acordo ao que a lei estabelece”.

Snowden, que desde o
último dia 23 de junho se encontra na zona de trânsito do aeroporto
moscovita de Sheremetyevo, anunciou ontem que solicitará asilo
político à Rússia perante a impossibilidade de voar aos países
latino-americanos que lhe oferecem refúgio.

O ex-técnico da CIA,
que revelou à imprensa uma trama de espionagem em massa das
comunicações pelos serviços secretos dos Estados Unidos, fez este
anúncio durante uma reunião com representantes de organizações de
direitos humanos realizada no próprio aeroporto de Sheremetyevo.

Segundo os
participantes da reunião, Snowden, procurado pela justiça dos EUA,
se comprometeu a não prejudicar os interesses americanos, condição
imposta pela Rússia para lhe conceder o asilo político.

“Para obter asilo
político é preciso cumprir determinados procedimentos, e o primeiro
passo é se dirigir ao Serviço Federal de Migração”, afirmou
hoje o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov,
ao comentar o anúncio de Snowden.

Lavrov ressaltou que as
autoridades russas não mantêm contato com Snowden e que soube da
citada reunião do ex-técnico da CIA através da imprensa.  

Fechar X
Sem mais artigos