Mais do que expor as roupas, os manequins estão ganhando outra função nas lojas: analisar os clientes através de uma espécie de olho biônico instalado nos bonecos.

A ideia é que isso funcione como uma câmera embutida no olho deles, capaz de alimentar com dados um software que registra a idade das pessoas que passaram por lá, o sexo, a etnia e até mesmo o seu comportamento no momento das compras.

Os dados são usados para elaborar estratégias de marketing, afinal, o equipamento, é possível saber quantas pessoas entram na loja, registrar o horário de maior fluxo de clientes, os tipos de clientes.
 

Segundo especialistas, a nova tecnologia pode ajudar a melhorar a experiência de compra e a distribuiçao dos produtos na loja, além de auxiliar a entender melhor o cliente.

Mas e a questão da tal privacidade? Para tranquilizar a todos, a desenvolvedora do manequim, a fabricante italiana Almax, garante que nenhuma imagem do comprador é armazenada.

O EyeSee, como é chamado o equipamento, custa 4 mil euros e foi lançado em dezembro do ano passado. Ele já está presente em lojas da Europa e dos Estados Unidos. 

Fechar X
Sem mais artigos