O australiano teria arrecadado fundos e transferido a contas bancárias na Austrália

A maior página no Facebook ‘Black Lives Matter’ (BLM) era controlada por um  homem branco australiano, para arrecadação de dinheiro. Segundo informações do Independent UK, a página contava com quase 700 mil seguidores, mais que o dobro que a página BLM oficial possui.

A página falsa teria arrecadado cerca de R$ 400 mil em doações que deveriam ser destinadas a causas da BLM nos Estados Unidos. O dinheiro foi enviado, porém, a contas bancárias na Austrália. O caso está sendo investigado pela União Nacional de Trabalhadores da Austrália (NUW).

O oficial da NUW Ian MacKay foi apontado como criador e administrado da página falsa da BLM no Facebook e de coordenar outros websites com foco nos direitos aos negros. A página foi removida da rede social.

Fechar X

 

Fechar X
Sem mais artigos