Um teste com uma arma robô deixou nove mortos 14 gravemente feridos em uma base militar na África do Sul na última sexta-feira. A máquina, desenolvida para combate anti-aéreo, começou a atirar sem comando humano.

O aparelho é capaz de identificar alvos e mirar sozinho, mas precisa de um comando humano para atirar. A causa do acidente ainda não é conhecida, mas uma possível falha no software de controle é apontada.

Além disso, uma explosão causou falha mecânica e descontrolou ainda mais a máquina, que estava carregada. Uma oficial tentou, em vão, parar o robô, que atirou 500 balas explosivas.

Fechar X
Sem mais artigos