O heptacampeão da Fórmula 1, o alemão Michael Schumacher, em coma induzido há três meses por causa de um acidente de esqui sofrido nos alpes franceses, não se está em estado vegetativo, disse à revista”Bild” seu agente Sabine Kehm.

“Só posso dizer outra vez que há sinais encorajadores” reforçou Kehm, ao negar que o ex-piloto, de 45 anos, esteja em estado vegetativo.

A porta-voz da família Schumacher também negou, como alguns veículos ingleses publicaram, que a esposa do piloto alemão tenha mandado construir uma sala com estrutura médica em sua mansão na Suíça, a um custo de 12 milhões de euros, para recebê-lo quando sair do hospital.

Kehm esclareceu que “os rumores de que Corinna reformou sua casa para levar Michael diante de uma suposta situação de não haver mais esperanças (de recuperação do piloto) são absolutamente infundados”.

Fechar X
Sem mais artigos