Dinho Ouro Preto falou sobre sua experiência com drogas ao Jornal da Tarde, nesta segunda-feira (26). Ele contou que teve uma fase que ele usou de tudo: mescalina, ácido, ecstasy e até crack.

“Uma vez, um cara foi em casa e levou mescalina. Quando acordei, ele tinha levado todo o meu dinheiro. Era uma época em que as bandas misturavam rock com música eletrônica. Entrei de sola nisso e todo o universo em volta de ácido, ecstasy”, contou o cantor.

Dinho também relatou sua experiência com crack e que chegou ao fundo do poço. Ele disse que precisou ir ao psiquiatra e tomar remédio: “Uma vez, fumei crack, queria ver como era, mas odiei, passei mal à beça. Foi uma vez só”.

E o que o cantor irá dividir com as filhas Giulia, Bebel e Sussu sobre suas experiências com as drogas? “Não bebam, não fumem, não tomem drogas. O que se pode fazer é não demonizar o negócio, explicar quais são os perigos” completou o cantor.

Fechar X
Sem mais artigos