(Por Gabriel Codas) O Royal Bank of Scotland (RBS) revelou nesta quinta-feira (26) que as expectativas que a instituição teria o maior prejuízo da história do Reino Unido estavam certas. O banco britânico teve em 2008 perdas de 24,137 bilhões de libras (27,274 bilhões de euros).

Os números constratam com o lucro de 7,303 bilhões de libras (8,252 bilhões de euros) de 2007. O banco, que participou do consórcio para a compra do ABN Amro, precisou ser resgatado no ano passado pelo governo britânico devido à crise de crédito global.

Os dados do balanço foram revelados no momento que se tornou público que o ex-diretor-executivo do banco, Fred Goodwin, de apenas 50 anos, receberá uma pensão anual vitalícia de 600 mil libras (678 mil euros).

O faturamento do banco em 2008 foi de 25,868 bilhões de libras (29,23 bilhões de euros), contra receita de 30,366 bilhões de libras (34,313 bilhões de euros) de 2007. As perdas do RBS originadas com aquisição do banco holandês ABN Amro foram de 16,196 bilhões de libras (18,301 bilhões de euro).

Fechar X
Sem mais artigos