O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (18), por 250 votos a favor e 67 contra, o projeto de lei do Executivo que cria a Petro-sal – a nova estatal que vai gerenciar todos os contratos de exploração e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos extraídos da camada pré-sal, sob o modelo partilha.

A Câmara também aprovou as emendas com parecer favorável do relator, deputado Luiz Fernando Faria (PP-MG). Antes, os deputados haviam rejeitado, por 239 votos a 38, a proposta de inversão para votar em primeiro lugar a emenda aglutinativa do DEM.

Fechar X
Sem mais artigos