Febre na Copa do Mundo de 2010, o álbum da Panini ganhou uma edição renovada para o Campeonato Brasileiro desta temporada. Apostando em manter a empolgação gerada durante o Mundial da África do Sul, a editora apresentou o livro ilustrativo apostando na presença dos 40 clubes da Série A e B.

A grande novidade do álbum é a presença de Flamengo, Corinthians, Atlético Paranaense, Santos e Vasco. Os cinco times não apareciam no livro da competição desde 2007, pois tinham acordo com a Editora Abril.

“Queremos aproveitar o efeito da Copa, pois até 2014 no Brasil só vai se falar de futebol. Para essa edição conseguimos recuperar todos os clubes e lançamos finalmente um álbum completo com 560 atletas da Série A e B”, afirmou Vilson Manfrinati da divisão de futebol da Panini.

Segundo o diretor, todos saem ganhando com a presença dos 40 clubes, desde o colecionador até a própria editora.

“Nós últimos anos tivemos uma queda no mercado, precisávamos ter todos os clubes para aproveitar a febre da Copa. Além disso, os colecionadores também aproveitam, pois sem um ou dois, eles perdiam a vontade de colecionar”, completou.

A expectativa é de grande venda por parte da editora. Com a distribuição de dois milhões de álbuns entre os dias 8 e 15 de agosto, a Panini pretende atingir pelo menos um milhão de colecionadores.

“Sabemos que não vamos atingir a mesma quantidade de pessoas da Copa do Mundo, mas confiamos em um sucesso por isso vamos manter as nossas ações de marketing como a das mídias sociais que foram muito bem”, garantiu Marcio Borges, diretor comercial e marketing da empresa.

Além das costumeiras figurinhas, o álbum traz informações sobre cada clube, suas campanhas nas edições anteriores, o craque do momento e um ídolo que jamais será esquecido pela torcida.

Os jogadores presentes no álbum serão 16 nos times da primeira divisão e 12 no da segunda. As figurinhas da Série B são dois jogadores em apenas um cromo.

“Decidimos colocar apenas 16 jogadores por time da Série A e 12 da Série B para não ficar impossível de colecionar. Se você cria um álbum muito grande, você desistimula as pessoas”, disse José Eduardo Severo Martins, presidente da editora no Brasil.

<object width=”380″ height=”326″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/opZIbB5xQ68&amp;hl=pt_BR&amp;fs=1″></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/opZIbB5xQ68&amp;hl=pt_BR&amp;fs=1″ type=”application/x-shockwave-flash” allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true” width=”380″ height=”326″></embed></object>

Fechar X
Sem mais artigos