A Fundação Seade/Dieese divulgou na manhã desta terça-feira (22) que a taxa de desemprego caiu 3,2% em novembro e atingiu o patamar de 13,2% nas seis regiões onde o levantamento foi realizado. Esta é a quarta queda consecutiva do indicador, mas o número segue 2,1% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.

Em relação a outubro, o total de desempregados caiu em 89 mil em outubro e chegou ao patamar de 2,667 milhões. Além disso, somente no mês passado foram aberta 129 mil vagas de emprego. Com isso, o total de pessoal ocupado é estimado em 17,515 milhões.

Em São Paulo, a taxa caiu de 13,2% para 12,8%, em Belo Horizonte recuou de 10% para 9,8%, em Porto Alegre teve queda de 10,4% para 10%, em Recife registrou baixa de 19,2% para 17,7%, e em Salvador passou de 18,7% para 17,8%. A única região que teve aumento do desemprego foi do Distrito Federal, avançando de 15,1% para 15,3%.

O setor industrial foi o que mais gerou emprego, 50 mil no total, seguido do de serviços, com 44 mil, comércio, com 34 mil, e construção civil, com 3 mil. O rendimento médio real dos ocupados, que foi medido em outubro, caiu 0,8%, para R$ 1.238,00.

A taxa de desemprego do Dieese tem metodologia diferente da utilizada oficialmente pelo governo e medida pelo IBGE.

Fechar X
Sem mais artigos