Ex-colega de Beyoncé Knowles no Destiny’s Child, Kelly Rowland pode estar prestes a ser “chutada” por sua gravadora, a Columbia Records, divulgou o tabloide News Of The World.

Tal boato surge apenas dois meses após ela ter rompido com seu ex-empresário, Mathew Knowles, que também é pai de Beyoncé.
Nem a cantora, nem a gravadora se pronunciaram sobre a questão, mas o jornal relata que apesar de seus dois álbuns solo terem vendido mais de 4 milhões de cópias, Kelly, que tem inclusive o prêmio Grammy no currículo, deixou de ser “comercialmente viável” para a chefia da Columbia.

Kelly decidiu pôr um ponto final em sua relação profissional com Mathew Knowles, “após uma reunião muito positiva”. Na ocasião, Mathew declarou que sua empresa, a Music World, continuaria a administrar o Destiny’s Child como grupo. “Uma artista como a Kelly tem um talento incrível e eu só lhe desejo o melhor. Antes de tudo, seremos sempre uma família, e amo a Kelly como uma filha”.

Junto a Beyonce e a LaTavia Roberson, Kelly Rowland alcançou enorme sucesso com o Destiny’s Child. Com o álbum de estreia do trio, Destiny’s Child, elas venderam mais de 3 milhões de cópias em todo o mundo. Kelly também lançou dois álbuns solo de estúdio, Simply Deep e “Ms. Kelly”. Agora, ela está trabalhando com David Guetta no quarto álbum do DJ e produtor francês, além de estar compondo canções para seu próximo disco solo, ainda sem título.

Fechar X
Sem mais artigos