Sandra Murillo e Katherinn Lopez-Murillo

Uma mãe e filha que se separaram há 23 anos acabaram se reencontrando e indo pra mesma faculdade juntas. Sandra Murillo teve de deixar sua filha para trás na Colômbia em 1996, quando imigrou para os Estados Unidos, por estar passando por um processo de divórcio e briga por custódia. As duas só puderam se reunir quase 10 anos depois, quando Katherinn já tinha 12 anos.

Enquanto estava nos Estados Unidos, Sandra teve de aprender inglês enquanto tentava se sustentar no país e se reencontrar com a filha. Ela trabalhou em vários empregos enquanto ainda estudava para aprender o idioma, e conseguiu adquirir um certificado para trabalhar como técnica auxiliar.

Ver sua mãe conquistar isso fez com que Katherinn também fosse atrás da sua formação acadêmica. Após sair do ensino médio, a jovem conseguiu trabalho como esteticista, mas decidiu mudar de carreira.

Assim, as duas entraram na faculdade William Patterson juntas, e completaram essa etapa se apoiando, mãe e filha. “Temos de estudar, ou nunca iremos pra frente. Nós, mulheres, especialmente, temos de nos sentir empoderadas”, disse Murillo.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos