A Justiça do Rio revogou nesta quarta-feira (04) a prisão preventiva de Adriana Almeida, viúva do milionário René Sena, ganhador da Mega-Sena, morto em janeiro de 2007. A prisão havia sido decretada no último dia 31, sob a alegação de que Adriana, acusada de envolvimento no assassinato, encontrava-se em local incerto.

Hoje, Adriana se apresentou à 2ª Vara de Rio Bonito e deu dois endereços onde pode ser localizada, o que levou o juiz Marcelo Chaves Espíndola a revogar a prisão preventiva. René Sena ganhou cerca de R$52 milhões em um concurso da Mega-Sena em 2005. Ele foi morto dois anos depois, com quatro tiros na cabeça. Adriana é acusada de ter encomendado o crime para ficar com a herença.

Fechar X