Normal
0
21

false
false
false

MicrosoftInternetExplorer4


/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Imagine se aparecesse um vídeo com o governador José Serra ou Aécio Neves curtindo uma rave muitos anos atrás. Pois aconteceu o equivalente na Inglaterra. Surgiram imagens de uma rave de 1988 onde aparece um rapaz que seria hoje o líder do Partido Conservador (oposição) do país, David Cameron.

O partido de Cameron se apressou em negar que o rapaz no vídeo não é o político. O suposto David Cameron aparece aos 13 segundos, de cabelo comprido e sorrisão estampado no rosto. Veja o vídeo aqui.

O vídeo foi divulgado pelo blogueiro conservador Guido Fawkes, cujo nome verdadeiro é Paul Staines. Staines foi assessor de imprensa da rave Sunrise entre 88 e 89.

Não é a primeira vez que o nome de Cameron é envolvido em polêmica. Em 2007, surgiu a notícia de que ele quase foi expulso de Eton (a mais famosa escola da elite inglesa) depois que um colega o denunciou por fumar maconha.

Fechar X
Sem mais artigos